Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: MADRUGADA ATIVA

Das 00:00 às 03:59

No comando: PERDIDOS NA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:59

No comando: MADRUGADA ATIVA

Das 00:00 às 05:59

No comando: SERTÃO CABOCLO

Das 04:00 às 05:59

No comando: CLÁSSICOS DO REI

Das 06:00 às 06:59

No comando: MOMENTO SERTANEJO

Das 06:00 às 07:59

No comando: SE LIGA AÍ

Das 06:00 às 10:59

No comando: DOMINGO ALEGRIA

Das 07:00 às 11:59

No comando: BOM DIA SÃO JOSÉ

Das 08:00 às 09:59

No comando: PROGRAMA ÂNGELA GUERRA

Das 10:00 às 10:59

No comando: VIDA ATIVA

Das 11:00 às 11:39

No comando: ATIVA EM FOCO

Das 11:00 às 11:59

No comando: SÁBADO TOTAL

Das 11:00 às 15:59

No comando: HOT MIX

Das 11:00 às 15:59

No comando: HOT MIX

Das 11:40 às 15:59

No comando: HOT MIX

Das 12:00 às 15:59

No comando: CONEXÃO ATIVA

Das 12:00 às 16:59

No comando: DEIXA ROLAR

Das 16:00 às 16:59

No comando: DEIXA ROLAR

Das 16:00 às 17:59

No comando: CONEXÃO ATIVA

Das 16:00 às 18:59

No comando: ATIVA EM DESTAQUE

Das 17:00 às 17:59

No comando: SALADA MUSICAL

Das 17:00 às 20:59

No comando: DEIXA ROLAR

Das 18:00 às 18:59

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 19:59

No comando: MADE IN BRAZIL

Das 19:00 às 20:59

No comando: MOMENTO DO ESPORTE

Das 20:00 às 20:39

No comando: MOMENTO DO ESPORTE

Das 20:00 às 20:59

No comando: FALANDO AO CORAÇÃO

Das 20:40 às 22:29

No comando: QUEM COMO DEUS

Das 21:00 às 21:59

No comando: ZONA LIVRE

Das 21:00 às 21:59

No comando: GÁS TOTAL

Das 21:00 às 22:59

No comando: HITS DA NOITE

Das 21:00 às 23:59

No comando: HITS DA NOITE

Das 22:00 às 23:59

No comando: HITS DA NOITE

Das 22:30 às 23:59

No comando: HITS DA NOITE

Das 23:00 às 23:59

Menu

Pitty celebra 20 anos de Admirável Chip Novo em turnê

Pitty não costuma ser ligada em datas, mas os fãs não a deixam esquecer: lá se vão 20 anos desde que a cantora despontou no cenário nacional do rock com seu álbum de estreia, Admirável Chip Novo. A partir de abril, a data vai ser celebrada na estrada, com a turnê “ACNXX”, que já tem shows agendados em São Paulo, Brasília, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Paraná.

“Aconteceu muita coisa, claro, quando a gente para olhar. Muita água passou por baixo dessa ponte e ainda há de passar. Mas eu também senti assim: ‘Caramba, 20, já?!’ (risos)”, conta ela, em entrevista ao Omelete. “Para mim, a turnê significa gratidão, uma comemoração mesmo, por ter conseguido viver de música por tanto tempo. Sou grata por isso e por todas as pessoas que fazem parte dessa trajetória, todos os fãs que estão aí desde sempre.”

Lançado pela gravadora independente Deck (na época, Deckdisc), o trabalho emplacou hits como “Teto de Vidro”, “Máscara” e “Equalize”, além da faixa-título, e rendeu à artista um disco de platina (250 mil cópias vendidas) e o troféu de Revelação no Prêmio Multishow de Música Brasileira. Desde então, vieram outros quatro álbuns de estúdio, projetos paralelos como o duo Agridoce (com Martin Mendonça) e a consolidação de uma carreira de sucesso.

“Tenho bastante orgulho de ele [o álbum] ter chegado até aqui bem, nesse tempo, nessa idade, sendo percebido de um jeito contemporâneo. É o famoso envelhecer bem, né? (risos) Teve um menino que me escreveu outro dia sobre alguma letra do disco: ‘Meu Deus, só agora entendi que tal parte falava sobre tal coisa’. Achei engraçado, é uma obra que as pessoas continuam descobrindo, ela não se encerrou ali. É bonito ver que ela tá viva no mundo”, diz ela, que recentemente foi uma das atrações do festival Lollapalooza.

Repertório na íntegra e surpresas

Compositora, cantora e instrumentista, Pitty também assina a direção do show, função que já vinha exercendo em suas turnês mais recentes, Matriz e PittyNando, essa ao lado de Nando Reis. Para a artista, que sobe ao palco acompanhada por Martin Mendonça (guitarra), Paulo Kishimoto (baixo) e Jean Dolabella (bateria), é importante pensar no que ela quer dizer visualmente com as canções.

“É mais uma camada adicionada nesse tanto de coisas que eu gosto de fazer e de alguma forma já fazia, mas não sabia dar o nome. E, claro, sempre com uma equipe muito incrível, chamando pessoas pra construir esses universos comigo, mas é porque penso no show como uma história, com começo, meio e fim”, explica. “Fazer o roteiro, pensar em cada cor de cada música, que hora entra luz, que hora sai, faz parte de trazer a experiência do show pro público de uma forma mais imersiva, mais completa.”

Dessa vez, Pitty quer trazer uma proposta mais focada na performance dos músicos do que em recursos tecnológicos.

Deixe seu comentário:

FESTA DO TOMATE 2024

BAIXE O APP DA ATIVA

Curta no Facebook

Curta no social

ANUNCIE AQUI