Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

No comando: MADRUGADA ATIVA

Das 00:00 às 03:59

No comando: PERDIDOS NA MADRUGADA

Das 00:00 às 05:59

No comando: MADRUGADA ATIVA

Das 00:00 às 05:59

No comando: SERTÃO CABOCLO

Das 04:00 às 05:59

No comando: CLÁSSICOS DO REI

Das 06:00 às 06:59

No comando: PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Das 06:00 às 07:59

No comando: MANHÃ SERTANEJA

Das 06:00 às 07:59

No comando: DOMINGO ALEGRIA

Das 07:00 às 11:59

No comando: BOM DIA SÃO JOSÉ

Das 08:00 às 09:59

No comando: SE LIGA AÍ

Das 08:00 às 10:59

No comando: PROGRAMA ÂNGELA GUERRA

Das 10:00 às 10:59

No comando: ATIVA EM FOCO

Das 11:00 às 11:59

No comando: SÁBADO TOTAL

Das 11:00 às 15:59

No comando: HOT MIX

Das 11:00 às 15:59

No comando: PAGONEJO

Das 12:00 às 13:59

No comando: HOT MIX

Das 12:00 às 15:59

No comando: ESPECIAL DO ARTISTA

Das 14:00 às 14:59

No comando: PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Das 15:00 às 16:59

No comando: ATIVA EM DESTAQUE

Das 16:00 às 16:59

No comando: TARDE SHOW

Das 16:00 às 17:59

No comando: CONEXÃO ATIVA

Das 16:00 às 18:59

No comando: TARDE SHOW

Das 17:00 às 17:59

No comando: CONEXÃO BR

Das 17:00 às 20:59

No comando: TOP 10

Das 18:00 às 18:59

No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 às 19h59

No comando: MADE IN BRAZIL

Das 19:00 às 20:59

No comando: MOMENTO DO ESPORTE

Das 20:00 às 20:29

No comando: ZONA LIVRE

Das 20:30 às 21:59

No comando: GÁS TOTAL

Das 21:00 às 21:59

No comando: 80KM POR HORA

Das 21:00 às 23h59

No comando: PAINEL FLASHBACK

Das 22:00 às 22:59

No comando: ON LINE MUSICAL

Das 22:00 às 23:59

No comando: AMNEZIA

Das 22:00 às 23h59

No comando: SONGS OF LOVE

Das 23:00 às 23:59

Menu

RIO DE JANEIRO: JUSTIÇA LANÇA MARIA DA PENHA VIRTUAL

Romper o silêncio, denunciar seu agressor. Para muitas mulheres, essa é uma tarefa difícil para desempenhar. A pandemia provocada pelo coronavírus e o consequente isolamento social trouxeram novas dificuldades para mulheres que vivem a violência dentro de casa. Preocupado com este cenário e com a dificuldade de acesso à Justiça durante a pandemia, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, lançou o sistema Maria da Penha Virtual.

Por meio do sistema virtual, depois de preencher um cadastro, a mulher em situação de violência solicita a medida protetiva contra seu agressor. O pedido será enviado diretamente para um juiz.

Para a vice-diretora da Faculdade de Direito da UFRJ, professora Kone Cesário, projetos como esse – desenvolvido por alunos da Universidade e disponibilizado pelo Tribunal de Justiça – contribuem para ajudar as vítimas de violência.

Dados do Dossiê Mulher 2020, apresentado pelo Instituto de Segurança Pública do Rio, apontam que em 2019 o crime mais registrado por mulheres foi lesão corporal dolosa, quando há intenção de causar dano ou prejuízo à vítima. Os dados também indicam que foram registrados 128.322 mil casos de violência no estado do Rio de Janeiro em 2019 – 6% a mais do que em 2018 – e que, a cada hora, cinco mulheres sofreram violência no mesmo período.

O lançamento oficial do Maria da Penha Virtual será no próximo dia 26, pela internet. De acordo com o Tribunal, o serviço está disponível apenas para quem mora na capital fluminense.

Um outro canal para denúncia de violência contra a mulher e contra os direitos humanos é o (61) 99656-5008, lançado em outubro pelo governo federal. Além desses canais, denúncias de violência também podem ser enviadas para o Disque 100 e para o 180.

Fonte: Agência Brasil

Deixe seu comentário:

Curta no social